Simulados para concursos jurídicos: descubra por que eles são essenciais na sua preparação

Simulados para concursos jurídicos:  descubra por que eles são essenciais na sua preparação

Um bom cronograma de estudos reserva datas específicas para simulações do dia da prova. E essas simulações devem ser completas: com tempo, número e estilo de questões adequados ao perfil das bancas que costumam organizar os principais concursos

 

Muitos estudos apontam que uma das formas mais eficazes para se reter um conhecimento adquirido é colocá-lo em prática. Assim, é indispensável que o estudante de concursos públicos realize simulados a fim de que obtenha um bom desempenho não somente nos estudos, como também no momento da realização da prova.

Veja dicas de como usar os simulados a favor dos estudos, revisões e nivelamento de compreensão do conteúdo estudado.

CONHEÇA NOSSO MÉTODO DE ESTUDO VIPJUS

  • Feedback por meio de simulados

É muito válido que, a cada tópico de um assunto estudado, o concurseiro possa verificar o seu nível de compreensão através dos simulados. 

Por exemplo, se acabou de ler sobre os princípios constitucionais e quer verificar o nível de retenção e aprendizado do assunto, é recomendável que se dirija a algum site de questões e selecione todas as mais recentes sobre princípios constitucionais, resolva algumas delas e, posteriormente, faça uma análise das questões que errou.

Revisar as questões e procurar descobrir o que o levou a errar é muito importante. Muitas vezes, o concurseiro erra algumas questões não por falta de conhecimento, mas sim pelas famosas “pegadinhas” que diversas vezes aparecem nas provas, com palavras utilizadas para embaraçar a cabeça do candidato, como “marque a incorreta”, “todas estão erradas, exceto” ou palavras de cunho genérico, tais como “sempre”, “nunca”, “todo(a)” e etc.

Por isso, é muito importante que o cronograma de estudo do candidato contemple os simulados, a fim de que ele esteja tão treinado a ponto de saber identificar as palavras-chave que podem ser fruto de uma “pegadinha” de prova que o induza ao erro. Além disso, é desta forma que o concurseiro poderá reconhecer os seus pontos fracos e perceber onde precisa melhorar em relação aos seus estudos.

 

  • Aprimorar o conhecimento com os simulados

Sabe-se que é fundamental para a memorização dos conteúdos estudados que o concurseiro faça revisões periódicas. É muito comum a revisão por meio de resumos e mapas mentais. Esses métodos de revisão são muito eficientes e devem ser utilizados para aperfeiçoar e fixar a matéria estudada.

Todavia, revisar a matéria por meio de simulados também é um ótimo aliado no aprimoramento e memorização dos estudos, podendo, inclusive, agregar conhecimentos que não tenham sido estudados ainda, pois as questões de provas tendem a trazer novidades.

Mas como colocar isso em prática? Sugerimos que todo simulado realizado seja guardado (se for um concurseiro que goste de imprimir o material) ou salvo (se for um concurseiro que goste de estudar pelas vias digitais) e, posteriormente, quando for revisar um determinado conteúdo, resgate o simulado resolvido para: 

  • Fazer anotações importantes; 
  • Sublinhar palavras-chave;
  • Destacar os artigos das legislações contemplados na prova.

É assim, com muito treino por meio de resoluções de questões e simulados que se alcança a tão sonhada aprovação!

 

– Leia também: EFICIÊNCIA E EFICÁCIA NA PREPARAÇÃO PARA CONCURSOS JURÍDICOS: DICAS ESSENCIAIS PARA A APROVAÇÃO

 

  • Simule o dia da prova

Um bom cronograma de estudos reserva datas específicas para simulações do dia da prova. E essas simulações devem ser completas: com tempo, número e estilo de questões adequados ao perfil das bancas que costumam organizar os principais concursos.

As provas de concursos públicos demandam bastante preparo do concurseiro, tanto físico quanto emocional, pois envolvem muita ansiedade e pressão. Então, quando o candidato vem treinando por meio de simulados, ele chega para o dia da prova mais familiarizado com a sistemática do exame em si, fazendo com que o impacto dessas emoções seja menor e/ou esteja sob controle.

Portanto, se você estuda ou deseja estudar para concursos públicos da área jurídica, não deixe de resolver muitos simulados, pois quanto mais simulados forem incluídos na sua rotina de estudos, melhor será o seu preparo e mais próxima estará a sua aprovação. 

 

  • Simulados regulares do Vipjus

É relevante que o concurseiro busque apoio em cursos preparatórios que tenham simulados regulares.

Por isso, venha conhecer os nossos cursos para concursos jurídicos que contam com simulados regulares e muitos outros benefícios ao aluno. De acordo com o curso escolhido, são realizados simulados objetivos, dissertativos e até a resolução de peças práticas.

Os nossos simulados são semanais, aplicados normalmente aos finais de semana, de maneira que o aluno possa averiguar o seu aprendizado dos pontos abordados durante a semana que se passou, ou seja, o simulado servirá como instrumento de revisão e fixação do conteúdo estudado naquele período.

Os simulados regulares do Vipjus são divididos em 03 grupos:

 

  • Simulados objetivos:

  1. 40 questões objetivas;
  2. Contemplam todos os conteúdos estudados na semana;
  3. Com gabarito comentado;
  4. Gráficos de desempenho individual e de desempenho comparativo com os demais alunos.

 

  • Simulados dissertativos:

  1. 5 questões dissertativas;
  2. Abordam todos os assuntos estudados durante a semana;
  3. Com correção personalizada;
  4. Com gabarito integralmente comentado.

 

  • Simulados específicos:

  1. 20 questões objetivas extras; 
  2. Exclusivamente relacionadas às disciplinas nas quais o aluno possui maior grau de dificuldade, para que consiga reforçar o aprendizado, sanar as possíveis dúvidas e falhas e sentir-se confiante e preparado para o dia da prova.

banner imagem escrito: 10 atitudes infalíveis para um estudo organizado e produtivo

Por fim, caro leitor, vale concluir que é extremamente necessária a inclusão dos simulados, de forma assídua, em sua rotina e cronograma de estudos, pois eles fazem parte do planejamento estratégico de estudos de qualquer concurseiro que queira realmente conquistar a aprovação no concurso de seu interesse.

 

– Leia também: CRONOGRAMA DE ESTUDOS PARA CONCURSOS JURÍDICOS: A IMPORTÂNCIA DE CONTAR COM A AJUDA DE PROFISSIONAIS

– Leia também: COMO SE MANTER MOTIVADO PARA ESTUDAR PARA CONCURSO PÚBLICO?

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Newsletter

Share This