NotíciaVIP: “Era exatamente o que eu precisava”, afirma aluna VIPJUS aprovada em concurso do MPSP

NotíciaVIP: “Era exatamente o que eu precisava”, afirma aluna VIPJUS aprovada em concurso do MPSP

Gilvana Mastrandéa de Souza é Promotora de Justiça do Estado de São Paulo, tendo alcançado ótimos resultados em outros concursos até então

A quarta colocada no 92º Concurso de Ingresso na Carreira do Ministério Público de São Paulo é aluna do método VIPJUS. A proclamação do resultado ocorreu no mês de maio, em São Paulo. Gilvana Mastrandéa de Souza tomou posse no cargo de Promotora de Justiça do Estado de São Paulo, no último dia 14 de junho. No certame, que teve 13.166 inscritos, Gilvana alcançou a 4ª posição entre os 67 aprovados.

O bom desempenho da aluna já é recorrente. Antes da aprovação no MPSP, ela atuava no Ministério Público do Estado do Paraná, na Comarca de Dois Vizinhos, como Promotora Substituta. Além disso, chegou às fases orais de outros dois concursos, do Ministério Público do Mato Grosso do Sul e do Tribunal de Justiça de São Paulo, cuja prova será realizada no próximo mês. Assim como teve para a prova oral do MPMS, Gilvana terá auxílio do VIPJUS também nessa fase do TJSP e realizará um simulado específico com nossos professores, que irão avaliar a oratória, o conhecimento técnico e a postura da candidata para obter o melhor resultado. “Durante o período do VIPJUS cheguei em cinco segundas fases e duas provas orais, o que me faz concluir, sem sombra de dúvidas, a importância do método nos meus estudos”, afirma Gilvana.

“Resolvi fazer o método VIPJUS no meio do ano de 2015, quando estava começando a ir bem nas provas de primeira fase. Já tinha feito dois cursinhos com aulas presenciais. Mas, naquela época, comecei a sentir uma necessidade de ampliar meus conhecimentos, pois embora estivessem sendo suficientes para uma primeira fase, etapa “decoreba”, achava que estavam rasos para uma segunda fase”, explica a Promotora. Segundo ela, para as etapas que exigem conhecimento mais aprofundado sobre determinados temas, o método VIPJUS é excelente. “Depois de conversar com uma amiga que me indicou o método, resolvi fazer VIPJUS, que tem como base o estudo por doutrinas e auxilia na resolução de questões e de peças. Era exatamente o que precisava!”, completa.

Gilvana assegura ainda que, com o método de estudos aplicado pelo VIPJUS, ela pôde ampliar seu conhecimento em todas as matérias.  Durante um ano de estudos, tendo completado dois módulos do curso, teve a garantia de estudar de tudo um pouco, de forma geral e contínua, sem cortar o estudo ao meio. “Com o VIPJUS comprei diversos livros indicados por eles e passei a orientar meus estudos através destas doutrinas. Lendo 90% dos livros de ponta a ponta, sem descuidar das revisões pelo caderno e realização de exercícios testes. Além disso, eu respondia semanalmente questões discursivas, as quais eram corrigidas pelos professores de forma cuidadosa, e elaborava as peças quinzenalmente, que também vinham corrigidas com diversos apontamentos relevantes e técnicos”, relata a aluna.

Outra ferramenta que Gilvana destaca no método VIPJUS é o painel de interatividade, que permite o contato direto com os professores. “A plataforma no site permitia fazer perguntas diretamente aos professores e que eram respondidas com bastante rapidez, assim como dos chats mensais. E nisto, dou um destaque para a dedicação e profissionalismo do professor Marcelo Furlanetto, que sempre tirava minhas dúvidas em todos os canais, de forma muito atenciosa e amiga, tentando entender minhas reais dificuldades, o que sem dúvidas faz toda a diferença nessa época de concurso, em que ficamos extremamente preocupados e ansiosos com tudo”, conta ela.

Resultados

A eficácia do método VIPJUS no desempenho dos alunos é comprovado pelos índices de aprovação nos mais variados certames. Só no primeiro semestre de 2018, já são 89 aprovados, em cinco grandes concursos da Magistratura e do Ministério Público Estaduais em suas várias fases. No mesmo concurso em que Gilvana Mastrandéa de Souza foi aprovada em 4º lugar, outra aluna VIPJUS, Jéssica Pedro, também foi destaque, alcançando a 6ª colocação. Veja aqui as listas de aprovados e números obtidos pelo VIPJUS em 2018!

 

Leia mais: Como se preparar para um concurso da magistratura estadual?

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Newsletter

Share This