Defensoria pública: prepare-se para esta carreira

Defensoria pública: prepare-se para esta carreira

A carreira é considerada uma das mais nobres do meio jurídico e tem como um dos objetivos promover os direitos humanos e defender direitos individuais e coletivos

Na Constituição Federal de 1988, em seu art. 134-A, a Defensoria Pública é apresentada como uma instituição permanente, que, entre outras atribuições, deve atuar “como expressão e instrumento do regime democrático”. Assim, a carreira na Defensoria tem sido bastante buscada pelos bacharéis em Direito.

O cargo oferece altos vencimentos e estabilidade, além da possibilidade de atuar em favor dos necessitados e na defesa dos direitos humanos. Por isso, aqueles que desejam seguir a carreira devem estar em concordância com os ideais de justiça social e se preparar para os concursos altamente disputados!

O papel da Defensoria Pública

Cumprindo o papel de uma das funções essenciais à Justiça, a Defensoria Pública é dividida em Defensoria Pública da União e Defensoria Pública Estadual. Nas duas esferas, a unidade, a indivisibilidade e a independência funcional são princípios que regem a instituição.

Os defensores públicos têm como atribuição principal garantir que todos os cidadãos tenham acesso à Justiça, visto que é dever do Estado oferecer assistência jurídica integral e gratuitamente a quem não dispõe de recursos para custeá-la. O atendimento jurídico prestado pela Defensoria Pública é amplo, podendo ser judicial e extrajudicial, atuando tanto na defesa tanto de direitos individuais, quanto coletivos.

Além disso, é também função da Defensoria zelar pela correta execução penal, assegurando a integridade dos direitos e garantias de pessoas em instalações penitenciárias e policiais, entre outras coisas.

Ingresso na carreira e preparação

Para ingressar na Defensoria Pública, o candidato deve ser aprovado em concurso público de provas e títulos. É necessário ser Bacharel em Direito, inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, no caso de algumas defensorias, ter exercido, pelo menos, três anos de atividade jurídica. Os requisitos para os concursos de cada defensoria devem ser consultados atentamente nos seus respectivos editais.

Existem também algumas características pessoais que são muito importantes para uma boa atuação como defensor público. Entre elas, pode se citar a boa técnica jurídica, sensibilidade e compromisso social, visto que o seu papel vai além da defesa técnico-jurídica, no sentido de fazer valer o princípio da Constituição de que todos são iguais perante a lei.

Caso a defensoria seja mesmo a carreira escolhida, é preciso ter em mente que a preparação requer comprometimento e disciplina. O método VIPJUS oferece curso específico para Defensoria Pública Estadual na modalidade intensiva, com seis meses de estudo. O curso é indicado para quem cinco horas diárias ou mais disponíveis para estudar e conta com inúmeras ferramentas, que possibilitam um atendimento bastante personalizado e eficiente.

Você é bacharel em Direito e se interessa pela Defensoria Pública? Conte-nos quais são seus principais desafios para ingressar na carreiro e compartilhe suas dúvidas!

Leia mais: Ministério Público Estadual: prepare-se para esta carreira

 

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Siga-nos

Share This