Como elaborar um recurso em caso de reprovação?

Como elaborar um recurso em caso de reprovação?

É possível recorrer contra o resultado final de concurso público? Confira dicas para formular recursos contra questões de provas objetivas ou dissertativas de concursos para carreiras jurídicas

 

Os bacharéis em Direito que se interessam em ingressar numa carreira jurídica, geralmente, prestam diversos concursos de diferentes órgãos. Em todos os editais de concursos públicos, os candidatos têm o direito garantido de interpor recurso contra resultados desfavoráveis. Veja abaixo dicas como elaborar um recurso em caso de reprovação.

TJSP curso

Leia mais

 

O que é recurso nos concursos?

Concursos que possuem grande concorrência, a reprovação pode acabar sendo revertida por meio da contestação de gabaritos e das notas atribuídas às provas discursivas, uma ferramenta muito útil ao candidato. 

No regulamento dos certames, as comissões estabelecem prazos e requisitos para a interposição. Isso porque, durante o processo seletivo, a banca organizadora pode, eventualmente, cometer algum equívoco que venha a prejudicar o candidato. 

Nesses casos, é possível solicitar desde o anulamento de questões, justificando deficiência na elaboração ou mesmo por incorreção do gabarito, até a revisão de pontuação. Em todas as etapas, há a possibilidade de se interpor recurso. 

Na prática, isso significa que uma reprovação pode ser revertida por meio de um recurso, desde que seja bem fundamentado e pertinente. Veja algumas dicas de como elaborar um recurso contra resultado do concurso público!

banner guia de estudos do vipjus

Como redigir um bom recurso para concursos públicos

1. Atente-se ao edital

As diretrizes para a interposição de recursos são dadas de forma clara nos editais dos concursos. É fundamental se atentar aos prazos estabelecidos e aos procedimentos necessários para recorrer contra o resultado. 

A banca entende que o gabarito preliminar é o correto, porém é muito comum que ele apresente erros, ora por apresentar alguns equívocos como erros de digitação, troca de questões, má formulação da questão, perguntas com duas alternativas corretas, dentre outros.

No geral, o prazo costuma ser de dois dias úteis (48 horas), a contar da data de divulgação dos gabaritos preliminares ou dos resultados provisórios de cada prova. A partir dessas orientações, deverá ser elaborado o recurso. 

Os resultados definitivos não aceitam recursos, já que são divulgados após análise dos questionamentos dos candidatos 

Por isso, uma dica é sempre confrontar o gabarito preliminar, pois o recurso poderá fazer uma grande diferença na sua classificação final.

2. Formule justificativas claras

Objetividade, concisão e clareza são essenciais para formular um recurso eficiente. A banca examinadora deverá compreender com precisão as contestações expressas no recurso, como ao pedir anulação de uma questão. Em todo caso, é imprescindível descrever exatamente a solicitação.

Caso haja limite de caracteres para a redação, este deve ser rigorosamente respeitado. Isso vale para recursos interpostos contra questões de provas objetivas ou discursivas.

3. Apresente fundamentação teórica e legal, sempre que possível

Por serem mais complexas de serem corrigidas, devido a uma série de fatores já que compreende domínio da Língua Portuguesa e do conteúdo teórico cobrado por meio do edital, você deve comparar a sua resposta com o espelho da resposta da banca.

Com as duas respostas em mãos, verifique quais pontos o seu texto acabou respondendo de forma direta ou indiretamente a questão, com indicações objetivas e concisas das linhas que justificam o seu ponto.

Compare e contraponha trechos, justificando a resolução dada por você à questão, com base em referências bibliográficas, jurisprudenciais ou legislativas sobre o tema. Assim, as chances da banca reconsiderar sua pontuação pode ser maior. 

 

4. Use tom respeitoso e neutro

A linguagem e o tom utilizados no recurso também são de extrema importância. Além do correto uso da língua portuguesa, é indispensável que o jeito ao se referir à banca, haja uma neutralidade no discurso. 

Sempre argumente de forma respeitosa com a banca examinadora. Evite adjetivações como “foi injusta” ou que foi uma “texto corrigido de forma errônea”.  

Uma reprovação pode ser um episódio frustrante para o candidato e, na hora de elaborar o recurso, isso pode se refletir no texto. Essas características podem ser reprovadas pela banca.

5. O resultado valerá para todos

É sempre bom lembrar que, ao interferir no resultado preliminar, o resultado não valerá apenas para quem apresentou o recurso, mas sim para todos que prestaram o certame.

Após a análise e a questão ainda não estiver correta, a mesma será anulada para todos os candidatos, que receberão a pontuação equivalente.

6. Busque auxílio na preparação de recursos com o VIPJUS

É mais recomendável entrar com recurso sozinho ou com a ajuda de um especialista da área?

Especialistas irão te auxiliar ainda mais a defender os seus interesses com as bancas, já que eles têm uma noção mais completa de fundamentos teóricos e práticos envolvidos na pergunta e resposta do certame.

Quer conhecer mais benefícios de ser aluno do método VIPJUS?

O auxílio na preparação de recursos em que é possível reverter uma reprovação é um dos bônus exclusivos oferecidos pelo VIPJUS aos alunos do método. A equipe de professores renomados do curso dá suporte aos alunos para preparar recursos de forma assertiva

O bônus é oferecido para alunos de cada uma das carreiras trabalhadas pelo curso: Magistratura Estadual, Ministério Público Estadual, Delegado de Polícia Civil e Defensoria Pública, tanto para questões objetivas quanto para dissertativas. 

O ex-aluno Diogo Bononi Freitas foi aprovado no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), após a apresentação de um recurso elaborado com o auxílio do VIPJUS. Assista ao depoimento de Diogo e veja como ele fez:

Este é apenas um dos benefícios exclusivos que o VIPJUS oferece aos seus alunos, sem mencionar outras ferramentas personalizadas à necessidade do estudante, determinantes para que o seu nome esteja entre os aprovados no concurso.

+ Leia mais:

         • VIPJUS é bom?
         • NOTÍCIAVIP: alunos vipjus se destacam nos concursos públicos de 2019

Tudo isso, para te possibilitar uma preparação completa e eficiente! Agora que você descobriu que o VIPJUS trabalha para garantir exclusivamente sua aprovação no concurso que tanto almeja, que tal fazer a sua pré-reserva, totalmente de graça, para conhecer um pouco mais do método mais eficiente do país?

somente no vipjus você tem aprovação garantida

Ficou com alguma dúvida sobre a elaboração de recursos? Compartilhe conosco nos comentários!

 

Leia mais: Como se preparar para a prova oral?

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

simulados ministério público e magistratura

Newsletter

Share This