5 portais jurídicos para você se atualizar

5 portais jurídicos para você se atualizar

Confira uma lista com cinco portais jurídicos que disponibilizam atualizações sobre leis, jurisprudência, entre outros assuntos que interessam muito aos concurseiros

Buscar informação deve ser sempre uma preocupação de quem presta concursos na área jurídica. As atualizações sobre leis, jurisprudência, entre outros assuntos, são essenciais para atualizar seu repertório e, consequentemente, obter um bom desempenho nas provas. A facilidade de acesso à informação proporcionada pela internet facilita a vida de todos, mas também requer atenção, para que as fontes de pesquisa utilizadas sejam sempre confiáveis. Por isso, fizemos uma lista com 5 portais jurídicos que poderão te ajudar a estar sempre atualizado a respeito de temas ligados ao seu objetivo. Confira!

  1. Portal STF:

Começamos pelo Portal do Supremo Tribunal Federal (STF). O site oficial do órgão disponibiliza diversas ferramentas, que podem ser muito úteis aos concurseiros e operadores do Direito no geral. No endereço eletrônico, o usuário pode buscar por processos para acompanhar o andamento dos casos; pesquisar jurisprudência, utilizando termos jurídicos ou ainda acessando diretamente as súmulas, informativos e boletins publicados pelo órgão; notícias relacionadas à atuação do Supremo e de seus membros, bem como sobre temas de repercussão geral, que apresentem questões de interesse público, sob o aspecto econômico, político, social ou jurídico. O endereço do portal é: portal.stf.jus.br.

  1. Portal STJ

O site do Superior Tribunal de Justiça é outra referência fundamental que pode ser utilizada pelos concurseiros. Neste espaço, os visitantes encontram teses firmadas pelo STJ, separadas por datas, assuntos e ramos do Direito, organizadas desde 2013. O portal pode ser acessado em: www.stj.jus.br.

  1. Conselho Nacional de Justiça

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão também ligado ao Poder Judiciário, em seu portal, divulga notícias sobre pautas do plenário, atos normativos, boletins e calendário das sessões, atas e certidões, entre outros dados. Os diferenciais são a TV Plenário, que transmite ao vivo as sessões, e o Plenário Virtual, onde os julgamentos são públicos e são lançados os votos do relator e demais conselheiros, com registro do resultado final da votação. Há ainda uma área disponibilizada para publicações, como manuais, cartilhas, relatórios, tratados, leis, etc., além de um buscador de jurisprudência. O site é o: www.cnj.jus.br.

  1. Portal da Legislação

O Portal da Legislação é mantido pelo Governo Federal, como uma categoria do site do Palácio do Planalto. Na página, os usuários têm acesso a inúmeras legislações, entre leis, decretos, estatutos, códigos, medidas provisórias e outras, na esferas estadual e federal, bem como à legislação histórica, desde Decretos do Império até Constituições anteriores do Brasil. Projetos de Lei e de Emenda Constitucional também podem ser consultados e o visitante ainda pode escolher ser notificado por e-mail sobre as leis, medidas provisórias e decretos disponibilizados no Portal da Legislação, após a publicação oficial no Diário Oficial da União (DOU). O acesso ao site pode ser feito pelo www2.planalto.gov.br ou acessando diretamente o www4.planalto.gov.br/legislacao.

  1. Conjur

Por último, um portal que não é ligado a órgãos oficiais, mas que é bastante completo, é a revista eletrônica Consultor Jurídico, ConJur. É uma publicação independente, editada por jornalistas e que conta com a colaboração de diversos colunistas, profissionais da área jurídica, que escrevem artigos sobre temáticas variadas, divididas pelos ramos do Direito. São publicadas também entrevistas com juristas, artigos de opinião e notícias diariamente. O endereço é: www.conjur.com.br.

Bônus: Blog VIPJUS

É claro que não poderíamos ficar de fora dessa lista! O blog do VIPJUS também é um portal jurídico, onde tanto concurseiros, como profissionais da área e qualquer cidadão, podem usar para se manterem atualizados. Semanalmente, postamos conteúdos relevantes diversos, além de preciosas dicas de estudos para concurseiros. Assine a nossa newsletter e receba sempre nossas atualizações no seu e-mail!

Então, saber selecionar as referências na hora de aprofundar os conhecimentos é fundamental. Vale ressaltar que nenhum destes portais jurídicos deve substituir o comprometimento com os estudos e a leitura dos livros.

E você? Tem alguma outra dica de portais jurídicos interessantes? Compartilhe conosco nos comentários!

Leia mais: Direitos autorais: você é dono do que produz na internet?

 

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Siga-nos

Share This