4 Dicas para saber por onde e como começar a estudar

4 Dicas para saber por onde e como começar a estudar

Saber como começar a estudar é uma dificuldade comum dos estudantes. Mesmo quem já tem prática em passar em concursos, fica na dúvida sobre como e por onde deve-se começar a preparação para atingir novos objetivos.

Essas dúvidas são justificáveis. Afinal, existe um prazo determinado, a matéria é extensa e nem sempre é possível aprofundar-se em todos os conteúdos da forma como você gostaria.

Pensando nisso, separamos 4 dicas para que você saiba por onde e como começar a estudar. Confira!

1. Tenha organização

Para que o estudo seja constante, é preciso criar um hábito. Segundo recentes estudos da psicologia, hábitos são formados mediante à repetição dos mesmos comportamentos em ambientes específicos durante, pelo menos, 90 dias.

Por esse motivo, a primeira coisa a ser feita para conseguir estudar de maneira eficiente, é se organizar de modo que um hábito seja construído.

Logo, o estudante deve atentar-se a alguns pontos:

Ambiente

A escolha de um ambiente de estudos é importante. Todo o período direcionado ao aprendizado precisa ocorrer nele, para que seja criada uma ligação entre prática e o local.

É imprescindível que esse ambiente seja calmo, limpo e sem muitos estímulos que possa gerar desatenção.

Horários

Depois de definido o ambiente, é essencial que sejam estabelecidos os horários de estudo. O estudante precisa pensar em sua rotina e definir os melhores horários para se dedicar a essa prática.

É significativo, nesse caso, que os horários sejam os mesmos todos os dias, e que sejam respeitados.

Cronograma

Após a definição de horários, falta estruturar um cronograma de estudos. É preciso selecionar todo o conteúdo que será aprendido e distribuí-lo, de maneira igual, em todos os dias, desde o início até o momento da prova.

2. Defina metas

Além da organização, é preciso reconhecer as vitórias e ter ciência do avanço durante o período de estudos. Isso, além de assegurar um melhor direcionamento das ações, ajuda a evitar o desânimo gerado por estudar sem ver resultados.

Para isso existem as metas. Elas podem ser definidas em curto e longo prazo. Saiba mais sobre elas a seguir:

As metas de longo prazo

A meta de longo prazo é o objetivo final de algo. Ela exige um tempo maior para ser alcançada, mas também é mais recompensadora.

Passar no concurso da defensoria pública, por exemplo, é uma meta de longo prazo.

As metas de curto prazo

Metas de curto prazo são as pequenas partes que compõem os pré-requisitos para atingir um objetivo, ou uma meta a longo prazo.

Algumas metas de curto prazo, para o concurso da defensoria pública, por exemplo, são:

  • acertar 70% do simulado de Direito Administrativo;

  • responder e corrigir 30 questões sobre Responsabilidade Civil;

  • rever o conteúdo de Direito Internacional Privado.

3. Ensine o que está aprendendo

Não basta apenas ter organização para que uma rotina de estudos seja bem-sucedida. É preciso que, após compreendidos, os conteúdos estejam bem fixados na mente do estudante.

Uma estratégia para facilitar a absorção das matérias, além de ajudar da melhora do raciocínio e da argumentação, é ensinar os assuntos para outrem.

O simples ato de explicar exige do estudante que a informação seja buscada na memória e ajustada para melhor se adequar ao interlocutor.

Ou seja, além de rever os conteúdos, quem explica está aprendendo diferentes formas de enxergar o mesmo objeto.

4. Não espere o edital

É comum as pessoas esperarem o edital do concurso sair para, então, começarem a estudar. Esse é um erro grave que gera perda de tempo e, possivelmente, atrapalhará na aprovação do candidato.

A matéria exigida em um concurso tende a manter-se a mesma durante o longo dos anos. É possível saber, mais ou menos, o que será exigido em uma prova após olhar o edital do ano anterior.

Estudando dessa forma, o estudante pode começar seu processo de aprendizado antes, deixando para ser aprofundado após a liberação do edital, quando se deve considerar apenas as mudanças específicas daquela edição do concurso.

De um modo geral, como começar a estudar é um desafio. O mais importante é definir a metodologia do que vai ser visto, quando e como.

Depois de definidos esses pontos, basta organizar-se no tempo e cumprir as metas estabelecidas, além de garantir a fixação da matéria.

E aí, gostou do conteúdo? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude seus amigos!

 

About The Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos

Newsletter

Share This